1 de novembro de 2013

Amar...


Perdão.
Será que seria correto dizer apenas isto? Não sei, mas preciso dizer algo mais.
Preciso dizer o que realmente sinto. Assim como da última vez. São tantas as coisas que tenho a dizer, mas nenhuma palavra me vem agora. 
Sinto teu cheiro em todo lugar. Posso sentir tuas mãos a me tocar. Teus lábios a me beijar. Sinto falta dos teus abraços. Sinto falta do modo como fala comigo. Sinto falta de você.
Essas coisas antes, não me importavam. Mas a cada dia que se passava, tudo começou  a mudar. Impressionante como  faz eu me apaixonar por você todos os dias. O modo como me irrita, como me bate, como me olha, como me abraça... Minha nossa. Você é incrível.  Foi isto que me fez voltar a acreditar que ainda poderia amar alguém. Eu te amo e isto está a muito tempo estampado em minha testa e só agora, em baixo de lágrimas e suspiros, pude notar. "A casca finalmente foi arrancada, o orgulho foi pisoteado". Pode parecer parvo, mas o que eu procurava em mim, achei em ti. Apenas o fato de poder vê-lo, faz meus dias ficarem mais felizes. 
E acabei me tornando o que mais temia, uma melosa bobona apaixonada, mesmo assim continuo não gostando da ideia de receber buquês de rosas. 


                                                                                                                 -Panda

Nenhum comentário:

Postar um comentário